Logo LAAD 2018

Gastos com equipamentos de segurança aumentam 17% em SP

Maiores despesas são com munições, fardamento, combustível, peças para viaturas e materiais de telecomunicações e informática, diz secretaria

O Governo do Estado de São Paulo gastou, entre janeiro e dezembro do ano passado, R$ 607,6 milhões em materiais destinados à segurança pública. O valor é 17,4% maior em comparação com 2016, quando as despesas totalizaram R$ 517,4 milhões.

Apesar do aumento, o gasto foi o segundo menor da série histórica, que tem oito anos e é divulgada pelo Portal da Transparência. O primeiro ano da série divulgada pelo governo (2010) teve o gasto mais alto com materiais de segurança: R$ 773 milhões.

A secretaria ainda contou, no final do ano, com uma verba suplementar de R$ 4,8 milhões para utilizar com materiais destinados à Polícia Civil. Segundo a pasta, “o montante teve acréscimo de R$ 676,7 mil ao que estava inicialmente previsto”.

A SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo) informou que, “entre os maiores gastos da pasta relacionados à materiais de consumo, estão munições, fardamento, combustível, peças para viaturas e materiais de telecomunicações e informática”.

Os gastos com materiais levantados pela reportagem não incluem despesas com serviços e funcionários. Quando inclui todas as despesas, a secretaria afirma que a previsão é que em 2018 o gasto seja de R$ 21 bilhões.

“O orçamento faz parte de um planejamento estratégico cujo investimento é utilizado para o próprio serviço público levando em consideração as necessidades de cada polícia, o que pode variar de um ano para outro”, afirmou a SSP-SP.

A pasta ainda afirma que os custos com viaturas, fardamentos, equipamentos de proteção e materiais mobiliários de unidades policiais se destacam.

Fonte: R7